Crítica: “Troubadour”, The Stepkids

Gonçalo da Silva Nova

Talvez a melhor banda do planeta, que não mexeu por aí além.
Para o próximo, ainda assim, espero um pouco mais da descoberta musical de Londres.
Prefiro o primeiro álbum, porque as circunstâncias dizem quase sempre isso e a elas só se pode obedecer.
Não vejo melhor banda que esta.

Esta aspira-se, camufla-se.

Read More

Primeiro avanço de 2014: a consagração do neo-psych?

Ana Leorne

Claro que sempre que começamos um ano novo dizemos que vai ser o melhor. Eu não vou por aí, até porque 2013 foi demasiado bom e a fasquia está agora estupidamente alta – prefiro perguntar a 2014 se tenciona fazer algo sobre isso e esperar que a resposta seja um «challenge accepted».

Read More